• 27 setembro, 2017

    Antes e depois do meu cabelo – Do loiro ao ruivo e toda a transição

    Cabelo
  • Top 12 – Esmaltes de 2016

    Está no ar o nosso “Melhores do Ano de 2016” porque aqui a gente tarda mas não falha, né não meninas!

    Selecionei 12 esmaltes, um para cada mês, que usei durante o ano. E como já disse aqui, eu adoro fazer esse post e me empolgo um pouco na escrita, então senta aí e vem comigo conferir os meus escolhidos de 2016!

    1.JANEIRO: Porque aqui é assim, já começo tombando tudo! Em 2016 a Vult arrasou nos esmaltes, lançaram uma linha enorme com cores lindas. Na minha humilde opinião, o Determinada foi o mais lindo da marca que já usei, entrou de cara na lista dos favoritos, cor chique com cara de rica! Vult me manda um estoque dessa cor linda, obrigada!

    2. FEVEREIRO: Brilho sim porque fevereiro tem carnaval! Amo os esmaltes da Penélope Luz, é muito legal saber que os artesanais estão com tudo no mercado. E não é pra menos né, que esmalte mais lindo esse!

    3. MARÇO: Risqué danadinha lançou a coleção Vidas Sonoras com o esmalte azul mais lindo da vida. Azulzão metálico que deixou a gente de boca aberta, aproveitei que estava com as unhas grandinhas e pá!

    4. ABRIL: Depois do Determinada da Vult, esse foi o segundo esmalte nesse tom meio malva que usei e amei. O Fala de mim da Dote é bem mais claro que o da Vult, mas não deixa de ser lindo e chique. Gosto bastante de esmaltes nesse tom, e esse também entrou na lista dos favoritos.

    5. MAIO: Como vocês sabem, no mês de maio tem todo um processo na escolha do esmalte, afinal é meu aniversário e nesse dia sempre quero usar o esmalte mais lindo do momento, tá. Óbvio que seria um lançamento da Bruna Tavares não é meninas! O Hermione foi o esmalte mais falado, postado, desejado e comentado de 2016, claro que não é para menos, ô esmalte lindo! Ele tem a mesma pegada do Determinada e do Fala de mim, e como eu amo esse tom, não poderia deixar ele de fora da minha lista de queridinhos do ano e favoritos da vida!

    6. JUNHO: Mais um esmalte lindo de outra blogueira muito querida, a Bia Boca Rosa. Amei esse tom, esse esmalte é o que leva o nome da coleção e foi o que mais me encantou. Lindo de mais!

    7. JULHO: Bruna Tavares ataca novamente! Gente olha o efeito texturizado desse esmalte? Fala pra mim se tem como não amar? Não dá gente, é muito perfeito. Delicado e muito lindo. Se não me engano não postei ele no blog por motivos de: fiz a unha e esqueci de fotografar #nãomeodeiem mas está aí o registro desse lindinho, usei e amei!

    8. AGOSTO: Finalmente um esmalte importado. Fazia um bom tempo que não usava/comprava esmalte da gringa (também né, dólar custando meus órgãos, assim não dá mesmo), mas esse eu já comprei faz um tempinho. China Glaze na minha opinião faz os holográficos mais lindos da vida e com a melhor qualidade, e como eu amo esse efeito não aguento e sempre acabo comprando um. Olhem esse prisma e esse tom maravilhoso, é para se apaixonar, não tem jeito!

    9. SETEMBRO: Vult com lugar cativo no meu coração, lançou mais uma coleção com cores lindas para deixar a mulherada eufórica. Adoro roxo e achei esse tom muito fofo, e para ficar ainda melhor, ganhei ele de presente. Tem como não amar?

    10. OUTUBRO: Não sei se já disse isso aqui no blog, mas eu sou apaixonada por esmalte preto, se pudesse usaria semana sim semana não, mas são tantos lançamentos lindos que isso me impede de só usar o preto! Coloquei essas fitinhas douradas para fugir do pretinho básico e não é que gostei muito do resultado. Mais um esmalte da Vult que entrou para o top 12.

    11. NOVEMBRO: Não podia faltar aqui um esmalte vermelho né, afinal, vermelho é um clássico e a gente adora clássicos! Já usei muitos esmaltes vermelhos ao longo dessa minha vida, mas nunca um vermelho com o tom tão lindo, conheci a marca através desse esmalte e a primeira impressão foi bem positiva, já passei tanto ele no pé que nem sei.

    12. DEZEMBRO: Bruna Tavares ataca novamente: a revanche! Gente, a coleção dela foi um arraso, comprei quase todos os esmalte e por pouco o top 12 não foi só com esmaltes dela, mas esse em especial (depois do Hermione claro) foi o meu favorito, amei demais esse tom, achei lindo toda vida e não tenho nada parecido na minha coleção. Bru sua linda, continue assim!

    BÔNUS: Resolvi postar esse esmalte aqui por motivos de: essa foi a foto de unha mais curtida do meu instagram em 2016! Foram 219 curtidas! Se você ainda não me segue tá esperando o que? @rah_athanasio Segue lá que foto de unha é o que não falta. Não foi o esmalte que mais gostei não, mas né, a voz do povo é a voz de Deus e ele está aqui fazendo valer a sua vez. Risqué sempre tem lugar no nosso coração não é, a gente te ama!

    Ufa, lá se vai mais um melhores do ano! Foram usados 35 esmaltes diferentes em 2016 e que venha 2017 com muitos lançamentos arrasadores para gente usar!

    Por hoje é isso meninas, espero que tenham gostado dos meus escolhidos. Até a próxima!!

    → Veja também: Top 12 – Esmaltes de 2014
    → Veja também: Top 12 – Esmaltes de 2015

    Oberon – Big Universo

    Se tem uma marca que me deixou louca logo que comecei a minha coleção de esmaltes, foi a Big Universo. Desejei vários vidrinhos da marca, mas infelizmente não encontrava na minha cidade. Em uma viagem pra São Paulo vi o Oberon e surtei de vontade de ter ele, e óbvio que não sosseguei até conseguir. Olhem essa cor que linda:

    O Oberon é um roxo acinzentado lindo de viver, aquela cor que fica chique nas unhas. Passei duas camadas dele e cobriu bem a unha, passei uma de extra brilho para dar aquele up na cor. O que mais gosto na marca são os vidrinhos enormes de 15,5ml (esmalte que não acaba mais) que pasmem, custam a mesma coisa que os comuns de 8ml! Gosto muito da qualidade dos esmaltes, o pincel é do comum mas tem a haste bem compridinha o que ajuda muito na hora de esmaltar e a gama de cores é bem extensa.

    Como vocês podem ver nas fotos, hora ele está mais cinza hora mais para o roxo, depende da iluminação que estamos. Adoro esses tons mais sóbrios, acho a cara da riqueza!

    Pode ser que na sua cidade você encontre essa marca, mas não sei se ainda dá pra encontrar essa cor, como não vende dele na minha cidade não sei se já foi descontinuado ou não. Mas preciso avisar que desenterrei esse esmalte gente, foi um dos primeiros queridinhos da minha coleção (e por estar tão velho tadinho, fiquei com as unhas amareladas quando tirei).

    Por hoje é isso meninas, espero que tenham gostado! Até a próxima.


    Acompanhando uma das grandes tendências da perfumaria internacional, O Boticário lança a fragrância nude Glamour Love Me. O conceito, que já é um clássico na moda e na maquiagem, propõe um toque delicado pararealçar o aroma da pele da mulher. Neste lançamento, O Boticário, maior marca de perfumaria do Brasil*, traz um toque de sensualidade ao nude, misturando pétalas de rosa e baunilha. A novidade chegou em 27 de março nas lojas de todo país, no e-commerce (www.boticario.com.br) e com as revendedoras da marca.

    “A perfumaria nude tem como inspiração a sensualidade muito própria da mulher. Ela é como uma segunda pele, tem fragrância envolvente e levemente sensual, mas não ao ponto de não ser identificada. Ao contrário, como uma roupa, ou um acessório nude, ela transmite uma elegância sofisticada e que não passa desapercebida”, explica o Gerente de Perfumaria do Boticário, Jean Bueno.

    A alquimia que revela essa sensualidade natural está na mistura de pétalas de rosa e baunilha com notas de bergamota, maça, íris, rosa, Muguet, âmbar e Musk. Glamour Love Me, da família Floral Musk, é uma fragrância delicada e inovadora. Ela complementa a linha Glamour mantendo a assinatura olfativa da marca que é a sensualidade. “Mas em Glamour Love Me, ela tem um tom mais discreto e elegante. Mas você precisa experimentar, sentir como ela se revela na sua pele.”

    A loção hidratante com a mesma fragrância completa a perfumação.

    Fonte: Kantar Worldpanel, Share Valor no Painel Nacional de Consumidores, Full Year 2016 – T.Fragrâncias

    Confira alguns preços:

    Glamour Love Me Des. Colônia
    R$ 124,90
    A fragrância traz a delicadeza das pétalas de rosa e a cremosidade da baunilha para revelar a sensualidade natural que há na pele de toda mulher.

    Loção Hidratante Des. Corporal
    Preço sugerido: R$ 49,90
    Hidrata e deixa a pele hidratada a perfumada por mais tempo.

    ♥O BOTICÁRIO
    Você encontra os produtos nas lojas O Boticário de todo o Brasil, no e-commerce e com as revendedoras da marca.

    Fazer um olho esfumaçado e conseguir removê-lo deve ser ótimo. Clinique apresenta Take The Day Off Eye Makeup Remover Stick. Este balm delicado e suave se transforma em um óleo para remover sem esforços as makes mais ousadas do olho. Este stick portátil e ágil permite retoques rápidos e fáceis durante o dia e a remoção completa de maquiagem à noite.

    Textura leve e única
    O novo Take The Day Off Eye Makeup Remover Stick remove tudo, de um brilho simples, à composição de olho de longa duração. Sua fórmula inovadora contém agentes hidratantes que ajudam a remover maquiagem, e ajuda a hidratar a pele, especialmente a pele fina ao redor da área dos olhos. Take The Day Off Eye Makeup Remover Stick é leve e não gorduroso, sem deixar resíduo na pele.

    Perfeito para uso instantâneo
    Para uma viajante frequente ou para ajudar com um rápido retoque, esta versão portátil do culto clássico Take The Day Off Balm, pode ser aplicado de forma diferente, dependendo da situação. Ele permite acabamentos direcionados e limpos quando a mudança de look aparece, tornando-se melhor amigo de uma nova artista de maquiagem.

    Uso
    Ao usá-lo para remover uma pequena área de maquiagem, é melhor molhar as pontas dos dedos e massagear suavemente todo o local específico. Para remoção completa de maquiagem dos olhos exague com água morna, secando rapidamente. Siga com o 3-Step Skin Care System para uma remoção de maquiagem ideal. A pele ficará suave, aveludada e pronta para respirar antes de ir dormir ou experimentar um novo visual!

    Dermatologicamento testado. 100% sem fragrância.

    Sobre a CLINIQUE
    Lançada em 1968 na cidade de Nova York, a Clinique foi a primeira marca de cosméticos desenvolvida por dermatologistas e hoje é uma das maiores autoridades em skincare do mundo. Completando 48 anos, é a marca de cosméticos mais vendida no mercado norte-americano e foi pioneira na indústria de beleza por criar produtos personalizados às necessidades do consumidor, testados contra alergia e 100% sem perfume. No Brasil, a marca conta com 12 lojas próprias, sendo 6 Lojas-Conceito, 6 Service Centers. Também está presente em perfumarias selecionadas e na loja online. Além da bem desenvolvida e conceituada linha de produtos para cuidados com a pele, a marca também possui tradição em seu portfólio de maquiagem e fragrâncias.

    Take The Day Off Eye Makeup Remover Stick está disponível nas lojas Clinique e no e-commerce www.clinique.com.br por R$ 115.

    Quem acompanha o mundo das dietas sabe bem: sempre existe a última novidade quando o assunto é perder peso. E por mais que este universo seja movimentado por tendências, alguns conceitos jamais saem de moda: abusar do açúcar, consumir gorduras ruins, exagerar nos carboidratos… Tais hábitos são amplamente conhecidos como sabotadores da dieta. Justamente por isso, determinado alimentos estão sempre na mira dos regimes. Quem nunca tentou, por exemplo, cortar os carboidratos em prol da boa forma? Seguindo essa premissa, a mais nova dieta da moda foca, justamente, nesse polêmico grupo alimentar. Conquistando cada vez mais adeptos, a famigerada Low Carb preconiza que uma dieta baixa em carboidratos, rica em gorduras e moderada em proteínas é capaz de proporcionar, dentre outras coisas, um emagrecimento mais rápido. Focando na qualidade, o método tem despertado polêmica, principalmente entre os praticantes de atividades físicas. Quer conhecer mais a respeito e saber se vale a pena apostar nessa nova onda? Veja mais agora:

    Desmistificando os carboidratos

    Cortar pão, batata, massas… Quem já se aventurou nessa tarefa sabe que com o passar dos dias bate uma irritação, a energia fica baixa e o apetite nas alturas. A sensação é de que esses alimentos são viciantes. De acordo com a nutricionista Sinara Menezes, isso é muito do que uma impressão, pois os carboidratos possuem, de fato, um papel fundamental no cardápio “Dentre os alimentos, os carboidratos são os mais ricos em açúcar e, justamente por isso, são nossa principal fonte de energia – principalmente para o cérebro. Portanto, atuam como um combustível para o nosso corpo, sendo essenciais mesmo nas atividades mais básicas como respirar e raciocinar”.

    E qual motivo, então, para tantos regimes demonizarem o alimento? Sinara afirma que dois problemas muitos comuns na dieta moderna contribuem para essa “má fama” dos carboidratos: “O desequilíbrio no consumo e, principalmente, a falta de qualidade nas escolhas da dieta têm contribuído para essa falsa ideia de que estes alimentos são inimigos do cardápio. Atualmente, a alimentação de boa parte da população é baseada em carboidratos refinados ou altamente processados, capazes de subir rapidamente a glicemia e, consequentemente, levar ao ganho de peso“.

    Quando os carboidratos engordam?

    O que isso significa? “Sempre que comemos, os alimentos são convertidos em açúcar e disponibilizados na corrente sanguínea. A partir de então, o organismo faz um esforço para aproveitar essa substância como energia para as células, através do trabalho da insulina (hormônio secretado pelo pâncreas). Porém, quando este pico é acentuado, ou seja, quando existe muito açúcar circulante, o organismo pode não ser capaz de dar conta de toda a glicose. Neste momento, o excesso será direcionado para as reservas do corpo, principalmente na forma de gordura. É por isso que o abuso de carboidratos, principalmente os refinados, favorece o ganho de peso, pois estes alimentos são facilmente absorvidos pelo organismo e elevam o açúcar no sangue muito rapidamente” – explica a profissional da Nature Center.

    Como funciona

    Basicamente, a proposta da Low Carb é bastante simples: reduzir o consumo de carboidratos para que o organismo não tenha energia imediata (açúcar circulante no sangue) sempre disponível. Dessa forma, o corpo seria obrigado a recorrer às reservas (depósitos de gordura) para se manter ativo, proporcionando uma perda de peso acelerada. Tudo isso sem, necessariamente, contar calorias ou restringir a quantidade ingerida: em tese, é possível comer “livremente” os alimentos permitidos sem impactar o plano de emagrecimento, desde que haja um controle efetivo sob o consumo de carboidratos.

    • Alimentos permitidos: Carnes em geral, mesmo com gordura. As gorduras boas, inclusive, possuem um papel importante na dieta, pois propiciam a saciedade e também servem como fonte de energia. Sendo assim, o cardápio pode ser rico em alimentos como oleaginosas, abacate, coco e peixe. Verduras, principalmente hortaliças e vegetais folhosos, também estão liberados, bem como ovos, leite e derivados – outras fontes importantes de proteína.
    • Alimentos proibidos: Alimentos industrializados e altamente processados como temperos prontos, gorduras trans, doces, qualquer tipo de açúcar (inclusive adoçantes artificiais), farináceos, pães e massas (inclusive os integrais) e carboidratos de alto índice glicêmico, ou seja, capazes de elevar a glicose rapidamente. Um ponto polêmico é sobre a ingestão de grãos, principalmente os ricos em glúten. No geral, a dieta desaconselha a ingestão desse alimento numa primeiro momento, quando se busca o emagrecimento.
    • Alimentos toleráveis: para aqueles que já estão adaptados à dieta e já alcançaram o peso desejado é permitido consumir ocasionalmente tubérculos ricos em amido como batatas, bem como determinadas frutas. Alguns grãos sem glúten também podem compor o cardápio vez ou outra, assim como leguminosas e, até mesmo, o chocolate 70%.

    Low Carb de verdade

    Para muitas pessoas, este conceito pode parecer mais uma dieta das proteínas ou dieta cetogênica, onde os carboidratos quase não tem vez. Porém, é preciso frisar que a dieta não é No Carb, ou seja, zero carboidrato. A diferença é que a fonte desse alimento será mais qualificada, focando, principalmente, no quanto este carboidrato fará a glicemia subir, ou seja, no seu índice glicêmico. Sendo assim, carboidratos de baixo impacto sob a glicemia serão, justamente, aqueles que vão entrar na dieta – lembrando sempre – em menor quantidade.  Alguns exemplos: couve-flor, brócolis, folha de couve, tomates, espinafre, berinjela, cebola, dentre outros.

    As frutas também podem entrar, moderadamente, como uma fonte de carboidrato. Porém, com muita cautela, pois são ricas em frutose e podem, igualmente, levar ao ganho de peso. Quanto mais doce e mais madura, maior será seu impacto sob a glicemia, por isso, o ideal é consumir ocasionalmente aquelas que, naturalmente, são menos doces, como cítricos, ameixas, frutas vermelhas e o abacate.

    Vale a pena apostar?

    De acordo com a nutricionista, é preciso muita cautela ao adotar qualquer mudança desse tipo da dieta, pois, embora aposte numa alimentação natural, a Low Carb pode surtir efeitos desagradáveis em pessoas menos habituadas ao baixo consumo de carboidratos “O ideal é encontrar um ponto de equilíbrio reduzindo gradativamente a ingestão dos carboidratos refinados e produtos industrializados. Mudar radicalmente a alimentação do dia pra noite pode, além de colocar a saúde em risco, afetar a oferta nutricional, uma vez que a ingestão de vitaminas e minerais importantes provenientes de frutas e grãos também será reduzida”.

    O método seria, acima de tudo, uma estratégia interessante para uma reeducação alimentar, porém, sem radicalismos “É preciso sempre alertar que todos os grupos alimentares são importantes para a saúde, inclusive os carboidratos. Apostar naqueles de melhor qualidade, ricos em fibras e de menor índice glicêmico pode, sem dúvidas, beneficiar tanto a boa forma quanto a saúde, mas ainda assim é preciso tomar cuidado com os exageros: mesmo proteínas e gorduras boas, quando consumidos em excesso, podem levar ao ganho de peso”.

    Alternativas e efeito rebote

    Embora cada vez mais pessoas estejam interessados em adotar o Low Carb como um estilo de vida, nem todos conseguem adaptar-se aos hábitos alimentares propostos. E como muitos sabem, o grande risco por trás das dietas é o efeito rebote, no qual todo peso perdido, ou até mais é recuperado pouco tempo depois. Sendo assim, qual seria a alternativa para conciliar as premissas do método com a rotina corrida, que nem sempre permite o consumo de alimentos exclusivamente naturais?

    Sinara enumera algumas medidas que podem tanto facilitar o processo de quem está tentando reduzir a ingestão dos carboidratos, quanto daqueles que desejam, apenas, fazer escolhas mais qualificadas “Apostar em alimentos ricos em fibras, como carboidratos integrais e proteínas. Como a digestão desses alimentos é mais lenta, liberam a glicose aos poucos, evitando os picos de açúcar no sangue. Algumas fibras, inclusive, ajudam a reter parte da gordura e da glicose durante a digestão, como é caso da farinha de feijão branco, que pode ser uma alternativa no cardápio de quem quer reduzir o impacto dos carboidratos na dieta”. Por fim, é preciso alertar que qualquer mudança no cardápio deve ser sempre orientada por um profissional, tanto para evitar extremismos, quanto para evitar que emagrecimento ocorrera em detrimento da saúde.

    Fonte: Nature Center

    ME SIGA NO INSTAGRAM @IVNACASTRO

    Ilustrações: Livia Beltran - Design e programação: sara silva