Reunindo economia e solidariedade, o período natalino ganha ainda mais força com a sétima edição do Bazar Moda do Bem, que reunirá os lojistas das mais de 250 marcas em peças de diversos tipos de vestuário com descontos de até 80%, durante os dias 16 e 17 de dezembro, das 8h às 18h, no Maraponga Mart Moda.

As lojas irão abrir suas portas no final de semana em prol de uma ação solidária e ajudar destinando parte da renda arrecadada para o Grupo de Educação e Estudos Oncológicos (GEEON), instituição conduzida pelo médico Luiz Porto e que atua na implementação de ações efetivas na prevenção e controle do câncer, além de oferecer serviços de diagnóstico por imagem para a comunidade. O ingresso beneficente custa R$ 5,00.  Informações pelo fone (85) 3495-2122

Realizado uma vez por ano, o Bazar Moda do Bem espera receber um público de até 10 mil pessoas por dia. O mix variado de lojas presentes no Maraponga Mart Moda (com moda feminina, masculina, infantil, moda praia, esportivo, plus size, óculos, acessórios, calçados e bolsas) e a facilidade em repor o estoque, devido ao fato de todas as marcas terem loja no local, irão assegurar uma ampla variedade de peças ao público visitante, que poderá garantir as compras com qualidade e economia e ainda por cima colaborar com uma instituição de referência na prevenção e combate ao câncer. Para facilitar a vida dos consumidores, os pagamentos poderão ser feitos em dinheiro ou cartão de crédito.

Sobre o GEEON

O Grupo de Educação e Estudos Oncológicos (GEEON) é uma iniciativa do médico oncologista Prof. Dr. Luiz Porto, da Universidade Federal do Ceará (UFC), fundado oficialmente como projeto de extensão universitária. Reconhecido como entidade de Utilidade Pública, o GEOON é um projeto comprometido com a prevenção e controle do câncer, desenvolvendo pesquisas e formação de novos profissionais na área de Oncologia – com a promoção de cursos de Especialização em Mastologia para médicos –, bem como atividades como campanhas pontuais, palestras educativas a empresas e escolas públicas e privadas realizadas pelos acadêmicos do projeto e elaboração e fornecimento gratuito de material informativo.

O GEEON dispõe ainda de serviço de diagnóstico por imagem – mamografia e ultrassonografia – contando com uma equipe de profissionais qualificados e equipamentos modernos que garante um diagnóstico mais preciso, contribuindo assim na detecção precoce ao câncer de mama, segunda maior causa de morte por câncer, entre mulheres cearenses.

7º Bazar Moda do Bem

Local: Shopping Maraponga Mart Moda (Rua Francisco Glicério, 590).

Data: 16 e 17 de dezembro

Horário: 08h às 18h

Ingresso beneficente: R$:5,00

Informações: (85) 3495-2122

Com parte da renda das vendas revertidas para o GEEON (Grupo de Educação e Estudos Oncológicos)

Depois de passar por países da Europa, o Le Cirque traz até Fortaleza o espetáculo Africa Circus, em cartaz no Shopping Iguatemi. Com números circenses especialmente elaborados para encantar crianças e adultos, o espetáculo conta com uma estrutura montada com mais de 280 toneladas em equipamentos e mais de 70 pessoas envolvidas entre artistas, técnicos e iluminadores. O show traz também a participação de artistas de várias partes do mundo vencedores de diversos prêmios, incluindo o festival de Monte Carlo.

O espetáculo, que evoca a imaginação e provoca emoções para todas as idades, mistura artes circenses e artes cênicas, números acrobáticos, show de luzes e som, dança, palhaços, mágicos, ilusionistas, equilibristas, malabaristas, contorcionistas, globo da morte e muito mais. Com uma estrutura para 2 mil lugares, o espetáculo promete impressionar a todos com uma grande e misteriosa viagem ao continente que é considerado o berço da humanidade, sem perder a essência de circo, principal característica do Le Cirque que nasceu na França e há mais de 18 anos viaja o mundo com seus espetáculos.

Segundo o gerente de Marketing do Le Cirque, Kelson Seibert, a concepção do Africa Circus é de unir qualidade, beleza e cultura mundial num espetáculo diferenciado. “Muita luz, cor, música e dança faz do Africa Circus um show à parte. Estamos muito contentes em trazer para a capital cearense uma proposta surpreendente e diferenciada.Tenho certeza que todos ficarão maravilhados e nunca esquecerão a grandeza desse espetáculo”, diz Seibert.


♥LE CIRQUE
@africa_circus
www.lecirquebrasil.com
♥IGUATEMI
@iguatemifortaleza
www.iguatemifortaleza.com.br

10ª edição do MaxiModa tem inscrições abertas

As inscrições para a 10ª edição do MaxiModa – Seminário de Business de Moda do Nordeste – que será realizado no dia 18 de agosto, no Teatro RioMar Fortaleza, a partir das 8h, já começaram. O evento traz a porta-voz da moda consciente no Brasil, Chiara Gadaleta; o CEO da Arezzo e designer de sapatos exclusivos, Alexandre Birman; a especialista em tendências e comportamento, Andrea Bisker; a diretora da revista Elle Brasil, Susana Barbosa; e a presidente da Vimer Experience, agência especializada em visual merchandising, Camila Salek, para um debate sobre o futuro da moda, além de compartilhar as principais práticas aplicadas nas empresas, no comércio e no ambiente da moda brasileira. Para mais informações ligar no (85) 32248649 | (85) 991916199. O investimento é de R$ 220,00 e pode ser pago em dinheiro, cartão de crédito e débito em todas as bandeiras.

10ª edição MaxiModa

Data: 18 de agosto (sexta-feira)
Local: Teatro Riomar Fortaleza (Rua desembargador Lauro Nogueira, 1500 piso l3).
Horário: 8 horas às 18h30
Informações: (85) 32248649 | (85) 991916199 | maximoda@333propaganda.com.br
VendasBilheteria do Teatro Riomar Fortaleza
Ingresso rápido: http://bit.ly/2tREuUF (sujeito a taxa de conveniência)
Investimento​: R$ 220,00
Pagamento: dinheiro ou cartão de crédito, todas as bandeiras /débito.

Junho é marcado pelo dia dos namorados e presentear quem a gente ama nunca sai de moda. Pensando nos apaixonados, a Aliança de Ouro preparou a campanha Top Love, desenvolvida pela agência Tanq, com ofertas e dicas especiais de como presentear economizando. Uma das principais ofertas é a linha de relógios, de diversas marcas, com descontos especiais e que ainda podem ser parcelados em 10x sem juros. Outra opção para os que não querem deixar a data passar em branco está na área de acessórios da loja.

De acordo com Erivan Ferreira, diretor da loja Aliança de Ouro, a expectativa é de intensa movimentação no fim de semana que antecede o dia 12 de junho. “Mesmo com um período de recessão econômica, essa é a quarta data comemorativa que mais movimenta o comércio local, além do público não economizar na hora de comprar o presente”, explica.

 

Aliança de Ouro     

Com mais de 50 anos de história, a Aliança de Ouro, iniciou com os serviços em 1964 na tradicional Rua General Bezerril, no Centro de Fortaleza. Atualmente, como referência de uma das principais óticas e joalherias de Fortaleza, a Aliança de Ouro conta com 11 lojas na Cidade. Com preços acessíveis, competitivos com o mercado europeu e ótimas condições de pagamento, a Aliança de Ouro se tornou referência em moda para os olhos, com ofertas de lançamentos simultâneos aos da Europa, sob criteriosa seleção de modelos, com certificado de autenticidade. O Grupo Aliança de Ouro é ponto de venda oficial de grifes como Cartier, Dior, Bvlgari, Montblanc, Tiffany & Co, Fendi, Jimmy Choo, Balenciaga, Prada, Dolce&Gabanna, Persol, Swarovski, Silhouette, Flair, Ray Ban, Anna Hickman entre outras.

A grande abertura da Bienal acontecerá no Auditório Mestres e Mestras da Cultura do Ceará, no Centro de Eventos, a partir das 18h30 desta sexta-feira, com cortejo de artistas e homenagem ao mestre Bule Bule, ao poeta e repentista Geraldo Amâncio e ao poeta popular Leandro Gomes de Barros (in memoriam), além do espetáculo de dança “Religare”, da Edisca. A XII Bienal Internacional do Livro do Ceará é realizada pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), em parceria com o Instituto Dragão do Mar, e apresentada pelo Ministério da Cultura e pelo Bradesco. A programação tem início na sexta, 14/4, às 14h, e vai até o domingo, 23, no Centro de Eventos do Ceará e em múltiplos espaços de Fortaleza, com entrada franca em todas as atividades – inclusive na solenidade de abertura. Serão 10 dias de programação, 125 horas de atividades, com mais de 160 escritores, 300 convidados, 350 editoras e 110 estandes.

Com o tema “Cada pessoa, um livro; o mundo, a biblioteca”, a XII edição da Bienal Internacional do Livro do Ceará, com o renomado escritor Lira Neto assinando a coordenação da curadoria, integrada também por Kelsen Bravos e Cleudene Aragão, traz uma programação que vai além do Centro de Eventos e chega a outros municípios como Caucaia e Redenção, incluindo encontros entre autores, palestras, mesas-redondas, conferências, oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e várias outras atividades. A palavra é o fio condutor do evento, aberto também a todos os meios e possibilidades, com o livro e para além dele. Uma programação democrática e de acesso gratuito, contemplando todos os públicos – infantil, juvenil e adulto – e inúmeros temas e áreas de interesse.

Nesta sexta-feira, 14/4, dia de abertura, o início da programação será às 14 horas, com a abertura do Centro de Eventos do Ceará. Na Sala Literatura e Circo, haverá programação durante toda a tarde. Às 14 horas, o Projeto Pé de Livros recebe a Contação de Histórias de Elvis Jordan; às 15 horas, O Circo de Brinquedo, com Alex Ferreira; às 16 horas é a Hora do Autor, com “A Menina da Chuva”, de Bruno Paulino. Já às 17 horas, a criançada poderá conferir o Espetáculo “Vaca Lelé”, da Cia Bandeira Das Artes. Na Sala Multiplayer, os espaços Sesc Ciências, Secitece e Conferência de Ideias trarão exposições de desenhos animados, jogos digitais e muita troca de experiência entre o público, seus projetos, planos, vida, história. O público que for conferir a Bienal no dia de abertura também poderá conferir as exposições de Fósseis, Paisagem Cósmica e Robôs, na Sala Luz, que fechará a tarde, às 17 horas com a palestra “Preparando os Jovens do Futuro com Pesquisa”.

A grande abertura da Bienal acontecerá no Auditório Mestres e Mestras da Cultura do Ceará, no Centro de Eventos, a partir das 18h30, com cortejo de artistas e homenagem ao mestre Bule Bule, ao poeta e repentista Geraldo Amâncio e ao poeta popular Leandro Gomes de Barros (in memoriam), além do espetáculo de dança “Religare”, da Edisca. Concluído o cortejo, todos estão convidados para a solenidade oficial de abertura da XII Bienal Internacional do Ceará, às 19 horas, no Auditório Mestres e Mestras da Cultura do Ceará, no Térreo, com a presença de autoridades e convidados.

Referência nacional

Referência no calendário cultural nacional, a XII Bienal Internacional do Livro do Ceará é um grande espaço de encontros entre diversos públicos e grandes autores e convidados do Ceará, do Brasil e do mundo, promovendo a reinvenção da vida por meio da arte, do conhecimento, da palavra em seus múltiplos meios e possibilidades. A Bienal é um momento de culminância da política estadual de livro, leitura, literatura e bibliotecas, de acordo com as diretrizes de democratização do acesso à cultura e à arte, valorização da produção cearense e diálogo com o Brasil e o mundo. Sempre com grande participação popular.

A Bienal Internacional do Livro do Ceará, sob a coordenação geral de Mileide Flores, livreira e coordenadora de Políticas para o Livro, Leitura, Literatura, Bibliotecas e Acervos da Secult, mobiliza a atenção do mercado editorial de todo o País, que investe na exposição de seus principais lançamentos e incentiva a presença de celebridades literárias de renome nacional e internacional, para diálogo direto com o público cearense, ao longo de dez dias de evento, durante os quais são esperadas centenas de milhares de pessoas. Um grande encontro com foco no desenvolvimento da economia criativa do livro, na promoção da leitura, na formação de leitores e na amplitude e alcance de suas ações, por meio da Bienal fora da Bienal.

O conjunto desses fatores coloca a Bienal Internacional do Livro do Ceará no calendário cultural entre as melhores e mais importantes feiras de livro no Brasil. Um sucesso consolidado ao longo de mais de duas décadas. Uma história que chega a XII Bienal com perspectivas de um encontro extremamente plural e intenso, antenado tanto com a sempre-valorização do livro quanto com todas as portas abertas pelos novos meios, tecnologias e aplicações. Um convite ao encontro e ao diálogo entre os vários protagonistas do grande volume da vida, que segue sendo escrito todos os dias.

“A Bienal do Livro incorpora as dimensões cultural, educacional, social e econômica. É um evento de cunho cultural que democratiza o acesso ao livro. De cunho educacional, que forma leitores, que cria ambientes favoráveis para a formação de leitores”, destaca o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba.

“É também uma Bienal com entrada franca em todas as atividades, tendo seu caráter de inclusão social, de cidadania cultural importante. E é uma Bienal de caráter econômico, no sentido de fomentar a cadeia produtiva do livro, tanto a nível nacional quanto a nível local”, complementa. “Nossa Bienal tem uma cara de ‘cearensidade’. Na sua programação, nas suas manifestações, o Ceará está sempre presente”.

“Uma das melhores bienais de todos os tempos no Brasil”

Um dos mais renomados escritores brasileiros da atualidade, com várias biografias premiadas e atualmente divulgando o primeiro volume de uma trilogia sobre o samba, Lira Neto, coordenador da Curadoria, aponta a satisfação dos autores do Ceará, do Brasil e de outros países, ao receberem o convite para a Bienal.

“Todos eles mostraram muito entusiasmo com o tema e de imediato aceitaram participar. Tenho certeza que essa vai ser uma das melhores bienais de todos os tempos no Brasil”, afirma.

Mais sobre os homenageados da abertura da Bienal

Bule Bule – Um dos mestres da cultura popular nordestina mais renomados do Brasil. Figura emblemática da cultura popular, considerado o maior repentista da Bahia, também é cordelista, com mais de 100 títulos publicados. O reconhecimento pela sua arte como repentista, cordelista, sambador, tiraneiro, forrozeiro e brincante se deu em 2008, quando foi condecorado com a maior premiação brasileira para a Cultura, a Ordem do Mérito Cultural, do Ministério da Cultura.

Geraldo Amâncio – Cantor, violeiro, poeta, escritor. Nascido no Cedro (CE), cursou faculdade de História e iniciou a sua carreira de repentista em 1963, participando de centenas de festivais em todo o país, tendo se classificado mais de 150 vezes em primeiro lugar.  Organizou festivais internacionais de repentistas e trovadores, além do Festival Patativa do Assaré.  É autor de três antologias sobre cantoria, gravou 15 CDs, além de ter publicado cordéis em livros, com destaque para o seu Cordel Livro, sobre Antônio Conselheiro e a chacina de Canudos.

Leandro Gomes de Barros (in memoriam) – Paraibano nascido em 1865, é considerado o rei dos poetas populares do seu tempo. Sua atividade poética o obrigou a viajar bastante pelos sertões para divulgar e vender seus poemas. O que fez com que fosse um dos poucos poetas populares a viver unicamente de suas histórias rimadas, sobre todos os temas, sempre com muito senso de humor. Câmara Cascudo o descreve como “caboclo entroncado, de bigode espesso, alegre, bom contador de anedotas”, em Vaqueiros e Cantadores. Na crônica intitulada Leandro, O Poeta, publicada no Jornal do Brasil em 1976, Carlos Drummond de Andrade o chamou de “Príncipe dos Poetas”. Faleceu em 4 de março de 1918, no Recife.

Bienal: coordenação e curadoria

Coordenação geral
Maria do Socorro Sampaio Flores (Mileide Flores) – Coordenadora de Políticas do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), desde março de 2015. Militante da Política do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas desde 1998.

Os curadores

Lira Neto – (Coordenador da Curadoria) – Jornalista, escritor e biógrafo. Quatro vezes Prêmio Jabuti de Literatura, foi também agraciado com o prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), sempre na categoria Biografia. Em 2015 e 2016, como writer-in-residence, ministrou aulas e proferiu palestras no Middlebury College, em Vermont, EUA. Tem onze livros publicados entre os quais a trilogia sobre a vida de Getúlio (Companhia das Letras); Padre Cícero: poder, fé e guerra no sertão. (Companhia das Letras, 2009); Maysa; só numa multidão de amores (Globo, 2007); O inimigo do rei: uma biografia de José de Alencar (Globo, 2006).

Cleudene Aragão – Escritora, professora e pesquisadora. Doutora em Filologia Hispánica, pela Universitat de Barcelona, Professora de Literatura Espanhola, Pesquisadora em Letramento Literário e Ensino de Línguas, Presidente da Câmara de Arte e Cultura da Uece – ARTECULT, Coordenadora da Política do Livro e Acervo da Secult de 2003 a 2005 e curadora e coordenadora das VI e VII Bienais Internacionais do Livro do Ceará (2004 e 2006).

Kelsen Bravos – Escritor, professor, editor, consultor na área do Livro, Leitura, Literatura e Cultura Digital. Da Bienal Internacional do Livro do Ceará, foi coordenador do Espaço  Infantil em 2006 e Curador das edições de 2012 e 2014, quando coordenou também o Espaço Infantil. Vice-presidente da Câmara Cearense do Livro de 2010 a 2012. Conselheiro no Conselho Municipal de Política Cultural-Literatura (2010-2012) e do Colegiado Setorial de Livro, Leitura e Literatura do Conselho Nacional de Política Cultural – CNPC/MinC (2010-2012 e 2013-2014). Tem publicados onze livros, todos direcionados à infância.

Coordenadores de espaços temáticos
•Alan Mendonça – Café Literário
•Alênio Noronha Alencar e Dane de Jade – Encontro Roda de Saberes dos Mestres e Mestras da Cultura
•Andrea Vasconcelos – Espaço Circo
•Carlos Macedo e Marcio Porto – Espaço Fortaleza Boêmia
•Kelsen Bravos – Espaço Infantil
•Klévisson Viana – Espaço Cordel
•Rafael Limaverde e Eduardo Azevedo – Espaço de Ilustradores
•Régis Freitas – Espaço Juventude

Coordenadores de Encontros
•Aparecida Lavor – VIII Encontro do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais e Bibliotecas Comunitárias
•Carlos Emílio Correa Lima – III Encontro de Periódicos Literários Brasileiros
•Nixon Araújo – Encontro de Oralidade & Escritas em Língua Portuguesa
•Norma Santana e Maura Isidoro – VII Encontro dos Agentes de Leitura do Ceará
•Sarah Diva – III Salão do Professor
•Tino Freitas – Encontro de Mediação de Leituras: Da oralidade ao livro na mão
•Vânia Vasconcelos – Encontro Letra de Mulher, Novas Páginas

SERVIÇO:
ABERTURA da XII Bienal Internacional do Livro do Ceará
Sexta-feira, 14/4/2017
Abertura do Centro de Eventos do Ceará e início da programação: 14h
Cortejo e solenidade de abertura: 18h30
*A partir do sábado, 15/4, o horário da Bienal será das 9 horas até às 22 horas
Entrada franca em todas as atividades, sem necessidade de retirada prévia de ingresso.

ME SIGA NO INSTAGRAM @IVNACASTRO

Ilustrações: Livia Beltran - Design e programação: sara silva